quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2012

Compra de casas para investir e arrendar disparou no final do ano.

Com a crise, há quem aplique as poupanças do banco na compra de apartamentos em Lisboa e Porto. Descubra o que agilizou estes negócios e como bancos e promotoras se estão a preparar para 2012.


A dinâmica das vendas de casas a particulares e as transacções da banca no último trimestre de 2011 limitaram as transacções a uma quebra de apenas 7,2%, face a 2010. Só em Dezembro, as vendas dispararam 25%, para 19 mil operações, em relação a Novembro, conclui a análise da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP). As mediadoras atribuem o aumento das vendas a transacções de investidores particulares, que retiraram as poupanças dos bancos para apostar no imobiliário, bem como aos imóveis da banca, com propostas de financiamentos a 100% e ‘spreads' competitivos.

O aumento do número de transacções registado em Dezembro surpreendeu a própria APE

MIP. "Este aumento expõe, de uma forma que até ao momento não tinha sido perceptível, o facto de o imobiliário nacional estar a ser percepcionado pelos investidores como um verdadeiro activo de refúgio e, simultaneamente, como uma aplicação que garante retorno tendencialmente seguro e imediato", justifica o presidente da associação, Luís Lima. Ler mais.....

.

quinta-feira, 1 de Dezembro de 2011

Fisco começa hoje a avaliar mais de 5 milhões de casas


Finanças começam a avaliar as casas que ainda não foram vendidas desde 2004, ano em que entraram em vigor as novas regras do IMI.
É já a partir de hoje que as Finanças vão começar a avaliar os cinco milhões de casas que ainda não foram vendidas desde 2004, quando entraram em vigor as novas regras do IMI. A medida foi uma das exigências da 'troika' e vem agora explicitada no Orçamento Rectificativo para 2011, que foi hoje publicado em Diário da República.
A avaliação global dos prédios urbanos deverá implicar um acréscimo da carga fiscal para a maioria dos proprietários das casas que ainda não foram avaliadas segundo os critérios do IMI. A 'troika' quer que o valor patrimonial fique próximo "do valor de mercado" até ao final de 2012. Na primeira versão do memorando de entendimento, as instituições internacionais apontavam para ganhos nos cofres do Estado de cerca de 150 milhões de euros, valor que acabou por 'cair' nas versões posteriores do acordo. Ler Mais ....

segunda-feira, 21 de Novembro de 2011

As estratégias das mediadoras para vender casas

Imobiliárias estão mais selectivas nas escolhas de imóveis e de clientes e recorrem à Internet e redes sociais para vender imóveis.
Num período de recessão económica e de fecho de dezenas de mediadoras por mês, as empresas imobiliárias estão a ser mais selectivas tanto nos imóveis como nos clientes que representam. A angariação do comprador adequado para o imóvel a comercializar, o trabalho em rede, o apoio da Internet na partilha da informação interna e o cruzamento da oferta disponível com agentes de outras mediadoras constituem hoje condições essenciais ao sucesso das operações imobiliárias. O primeiro passo das mediadoras é angariar o imóvel adequado ao justo preço de mercado. "O grande desafio passa por definir muito bem a carteira de imóveis que hoje se ajusta à procura e às necessidades das famílias e investidores, com preços reais de mercado", nota o administrador da Century 21 para Portugal, Ricardo Sousa. Após essa fase de angariação do imóvel, é definida a estratégia de promoção. "Utilizam-se jornais, anúncios, revistas próprias, distribuição de ‘flyers' e a partilha nas redes sociais", testemunha a angariadora imobiliária da Remax, Saida Morais, ao Diário Económico. Ler Mais ....

segunda-feira, 31 de Outubro de 2011

Como baixar a prestação da casa?

São muitos os portugueses que estão a sentir na pele as dificuldades em conseguir cumprir com os seus encargos.
Os números do Banco de Portugal mostram que o crédito malparado na habitação atingiu em Agosto o nível mais elevado desde, pelo menos, 1998. Para evitar pertencer a esta lista, há algumas medidas que podem ser tomadas. A boa notícia é que os bancos estão hoje muito mais disponíveis para negociar soluções com os seus clientes de modo a evitar que estes entrem em incumprimento. No entanto, há soluções que hoje os consumidores já não podem recorrer, como é o caso da renegociação dos ‘spreads' do crédito. É que num momento em que a banca está a praticar ‘spreads' mínimos de 4% para quem queira fazer um empréstimo para comprar casa, quem tem créditos antigos (com ‘spreads' muito inferiores) não consegue baixar esta variável da taxa de juro. Ler Mais.....

quinta-feira, 29 de Setembro de 2011

O melhor agente da Europa ensina-o a vender a sua casa.


O melhor vendedor de casas na Europa tem nome de futebolista e, no ramo imobiliário, isso acabou por se tornar uma vantagem.
"As pessoas decoram o meu nome mais facilmente", diz Nuno Gomes, que foi o melhor vendedor europeu da Remax em 2010, com 106 transacções e um volume de negócios de 14 milhões de euros.
Com um ritmo alucinante de 15 horas de trabalho diário, Nuno Gomes já conseguiu selar nos primeiros nove meses do ano 61 negócios, com um volume de negócios de 6,5 milhões de euros.
Em tempo de crise como é consegue vender tantas casas?
É preciso conhecer profundamente o produto que se vende, desenhar um bom canal de distribuição de vendas, que permita levar o produto ao cliente, e qualificar bem os clientes compradores. Isto é transversal a qualquer área de negócio.
Que conselhos dá a quem se encontra desesperado para vender a casa? Ler Mais .....